dom, 19 de novembro de 2017, 4:35 am
Vivências das MARGENS

Vivências das MARGENS

309

Conheci o moço à espera de uma ajuda, há mais ou menos um ano, nas proximidades do supermercado em que faço compras. Principiamos uma conversa rápida. Moço novo, bonito, de cabelos e olhos claros, expressão terna e com um limite físico. Para mim, um menino em busca de aconchego. Não me falou para que a ajuda e nem lhe perguntei. Pela proximidade com o comércio de drogas, não tive dúvida de que era ele mais um dependente químico sem perspectiva de futuro, vivendo às margens da sociedade. Preferi oferecer-lhe uma guloseima.


OUTROS ARTIGOS DE MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

VIVÊNCIAS DE FESTAS JUNINAS

VIVÊNCIAS DO PAPA FRANCISCO

VIVÊNCIAS DO CIRCO

VIVÊNCIAS DO PASSAR DOS ANOS

VIVÊNCIAS DA CRACOLÂNDIA

VIVÊNCIAS DAS RUAS

VIVÊNCIAS DESAGRADÁVEIS


Quando me vê, atualmente, se aproxima na certeza de que tenho algo a lhe oferecer e, não sendo possível, me agradece da mesma maneira. Semana passada, observei o quanto ele se encontra desgastado. O cabelo perdeu o viço e o olhar, o brilho. Segue em direção aos carros, estendendo a mão, mas como se não esperasse nada. As drogas corroem as pessoas por dentro, minam a lucidez, comem o cérebro, sugam os sonhos, detêm os passos. Como isso é triste e avança, engolindo gente de todas as faixas etárias!


LEIA TAMBÉM:

VIVÊNCIAS COM GERALDO CEMENCIATO

VIVÊNCIAS COM RESPOSTA

VIVÊNCIAS COM O CORREIO

VIVÊNCIAS DA VIA-SACRA

VIVÊNCIAS DE DOM JOAQUIM

VIVÊNCIAS DE CINDERELA

VIVÊNCIAS DE MINHA MÃE(2): CASULOS E BORBOLETAS

VIVÊNCIAS DE MINHA MÃE


Tento ir fundo na história de determinadas pessoas, com as quais me deparo às margens da sociedade, com o anseio de descobrir onde se localiza a raiz da ferida exposta na dependência química ou no se permitir ser explorada sexualmente. Desejo encontrar um caminho de cicatrização para o que parece incurável. Com o moço de cabelos e olhos claros não fiz isso, pois há nele uma dor tão profunda, que penso estar localizada em um espaço em que somente Deus pode ter acesso. Terreno que sangra e necessita de sopro em lugar de enxada. Abraço-o com meu coração e peço a Deus por ele. (foto acima: Rosie Holtom)

 

MARGENSMARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

Com formação em Letras, professora, escreve crônicas, há 40 anos, em diversos meios de comunicação de Jundiaí e, também, em Portugal. Atua junto a populações em situação de vulnerabilidade social. Acesse o Facebook de Cristina Castilho

Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!