dom, 19 de novembro de 2017, 4:34 am
Vivências de DESCONSTRUÇÃO

Vivências de DESCONSTRUÇÃO

154

Há vários tipos de vivências de desconstrução: algumas edificam o ser humano e outros devastam a pessoa. Sobre um dos tipos positivos de “desmanche” fala o Padre Fábio de Melo: “Autoconhecimento também é desconstrução. É preciso retirar as paredes das projeções, os rebocos das opiniões alheias, o todo que assimilamos, por conveniência ou fragilidade, e que passa a fazer parte de nossa edificação existencial. Somente depois do desmanche subjetivo é que podemos acessar o alicerce da nossa verdade”.

Há, no entanto, construção e desconstrução que pisam na situação de pobreza das pessoas. Recordo-me da música “Construção” de Chico Buarque de Holanda: “… Subiu a construção como se fosse máquina/ Ergueu no patamar quatro paredes sólidas/ Tijolo com tijolo num desenho mágico/ Seus olhos embotados de cimento e lágrima.  (…) E se acabou no chão feito um pacote tímido/ Agonizou no meio do passeio náufrago/ Morreu na contramão atrapalhando o público…”(vídeo abaixo)

Ah, o operário da construção que não lhe possibilitava viver com mais dignidade! Ah, o problema de moradia para os que habitam bolsões de pobreza!

Com a moça também foi assim: construção e desconstrução amarga. O companheiro juntou o que lhe cabia na rescisão do emprego. Investiu em tijolos, cimento e telha. As paredes subiam aos poucos. Enxergavam-se lá dentro com o filho que nascerá em breve.

OUTROS ARTIGOS DE MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

VIVÊNCIAS EM COMUNHÃO

VIVÊNCIAS DE USUÁRIOS DE CRACK

IVÊNCIAS DE DENÚNCIA E PERDÃO

VIVÊNCIAS MATERNAS FELINAS 

VIVÊNCIAS DA SIMPLICIDADE

VIVÊNCIAS DA DERROTA

VIVÊNCIAS DE CRIANÇAS

VIVÊNCIAS DE OLHAR ESTREITO

VIVÊNCIAS DE ALINHAVO E AFETO

VIVÊNCIAS DAS MARGENS

VIVÊNCIAS DE FESTAS JUNINAS

VIVÊNCIAS DO PAPA FRANCISCO

Por terem visto outros “alongamentos” de residências e a área é de posse da avó da criança, imaginaram que não haveria problema, embora houvesse contenção de casas no local. Para eles seria apenas um “puxadinho” da residência principal. Veio a  equipe, protegida pela polícia, e as paredes se tornaram um amontoado de material inservível. Os olhos dos dois “embotados de cimento e lágrimas”.

Naquele dia, o bebê não mexeu. (foto acima: www.pensamentoverde.com.br)


CRIS CASTILHO 3MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

Com formação em Letras, professora, escreve crônicas, há 40 anos, em diversos meios de comunicação de Jundiaí e, também, em Portugal. Atua junto a populações em situação de vulnerabilidade social. Acesse o Facebook de Cristina Castilho.

Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!