dom, 19 de novembro de 2017, 4:35 am
Vivências AINDA do sagrado

Vivências AINDA do sagrado

61

Prossigo sobre minhas vivências ainda do sagrado, sobre as quais escrevi na semana anterior.

Encantada com o aprofundamento na fé, que a Igreja, me oferecia, através dos movimentos de jovens, no final da década de sessenta e na década de 1970 vi-me, em 1982, chamada, através do bispo diocesano Dom Roberto Pinarello de Almeida, para atuar junto a mulheres em situação de vulnerabilidade social, em especial as que passaram ou estavam na prostituição. Mulheres pobres e vitimadas, principalmente, pelo abuso sexual infantojuvenil. Ele sabia que meu coração palpitava por elas, desde que atuei, como voluntária, junto a meninas órfãs.

LEIA OUTROS ARTIGOS DE MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

VIVÊNCIAS DO SAGRADO

VIVÊNCIAS QUE QUESTIONO 

VIVÊNCIAS DE DESCONSTRUÇÃO 

VIVÊNCIAS EM COMUNHÃO

VIVÊNCIAS DE USUÁRIOS DE CRACK

IVÊNCIAS DE DENÚNCIA E PERDÃO

VIVÊNCIAS MATERNAS FELINAS 

VIVÊNCIAS DA SIMPLICIDADE

VIVÊNCIAS DA DERROTA

VIVÊNCIAS DE CRIANÇAS

VIVÊNCIAS DE OLHAR ESTREITO

VIVÊNCIAS DE ALINHAVO E AFETO

VIVÊNCIAS DAS MARGENS

VIVÊNCIAS DE FESTAS JUNINAS

VIVÊNCIAS DO PAPA FRANCISCO

De início, me enxerguei inflada no trabalho, mas, com o passar do tempo, ao me dispor a ouvi-las, sem imposição de minhas verdades, reduzi-me e vi, nelas, não mais a mim, mas o Sagrado em busca. Compreendi, desde aquela época, que necessitava delas para decifrar, dentro do que me é possível, o Deus Amor, que segue ao encontro das pessoas não para julgá-las, mas para salvá-las de suas misérias. Neste mês, serão 35 anos de Pastoral da Mulher. Quantas histórias e quantas vidas passaram por minha história, por minha vida e me emocionaram profundamente e me clarearam a alma.  Depois delas, em paralelo, na década de 1990, vieram-me os presidiários, a fim de que não me tornasse uma ativista da causa, mas sim uma propagadora do Evangelho. Foi quando avistei o Senhor nas celas acinzentadas dos presídios.

Domingo passado, na Missa de Santa Teresinha no Carmelo São José, uma das músicas me trouxe as descobertas que Deus me proporcionou: “Viver de amor não é viver na glória, / mas é, Senhor, seguir-Te até a cruz:/ buscar jamais consolo neste mundo,/ e transformar a treva em nova luz!/ (…) Viver de amor – em meio à tempestade – / conservo a paz, se vais no barco meu…”

Em todos os meus passos – não tenho dúvida -, o olhar e as inspirações de Santa Teresinha do Menino Jesus. E as preces do Carmelo São José. (foto acima: associacaomagdala.wordpress.com)


OPINIÃO 21SETMARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

Com formação em Letras, professora, escreve crônicas, há 40 anos, em diversos meios de comunicação de Jundiaí e, também, em Portugal. Atua junto a populações em situação de vulnerabilidade social. Acesse o Facebook de Cristina Castilho.

Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!