seg, 27 de março de 2017, 11:28 am
Vereador quer ‘CASSAR’ título concedido a José Genoíno

Vereador quer ‘CASSAR’ título concedido a José Genoíno

123

A primeira sessão da Câmara Municipal de Jundiaí, hoje, promete certa dose de polêmica devido a polarização política em que o Brasil se encontra. O vereador Paulo Sérgio Martins (PPS) quer ‘cassar’ título de cidadão jundiaiense concedido ao ex-deputado federal José Genoíno.

A honraria foi concedida em 2001 pelo então vereador Mauro Menuchi, que também era do PT. O cenário político na ocasião era bem diferente. O PT se firmava como a principal força para a sucessão do então presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e, dois anos depois, Luiz Inácio Lula da Silva sucederia o tucano. Hoje, a Lava Jato faz uma devassa no período em que o partido governo o Brasil e José Genoíno, envolvido no Mensalão, chegou a ser preso.

Agora, Martins quer revogar o decreto de Mauro Menuchi, tirando de Genoíno o título de cidadão jundiaiense.

Paulo Sérgio Martins: títulos para quem contribui com Jundiaí de alguma forma
Paulo Sérgio Martins: títulos para quem contribui com Jundiaí de alguma forma

“Não acho justo que uma pessoa que foi condenada e até presa, independentemente do partido, tenha um título que prejudica a imagem de Jundiaí. Na época foi uma boa escolha. Agora não é mais”, afirmou o vereador. Ele disse que não conversou com os outros parlamentares para saber se votarão a favor da sua proposta. Hoje, na Câmara, não há nenhum vereador do PT.

Para Martins, o título de cidadão jundiaiense deve ser concedido para quem contribui com a cidade de alguma forma. “Seria a mesma coisa que dar a honraria para o meu pai. O que ele tem a ver com Jundiaí? Ele não tem nada a ver com o município”, disse.

O Jundiaí Agora entrou em contato com o ex-vereador Mauro Menuchi, que hoje vive em Sorocaba. Através das redes sociais, ele disse considerar uma “inutilidade” revogar um título honorífico.

Através de e-mail, a ex-vereadora Marilena Negro, que foi candidata à Prefeitura de Jundiaí pelo PT nas últimas eleições, também foi questionada sobre o assunto. Ela não deu retorno.

VEJA TAMBÉM:

VEREADORES DE JUNDIAÍ COMEÇAM O ANO COM SESSÃO EXTRA E CINCO PROJETOS

LFM DESCARTA BRT E DIZ NÃO TER VERBAS PARA ALÇAS NA NOVE DE JULHO

PARA JAPIM, CAMPO LIMPO VOLTARÁ A CRESCER SÓ NO PRÓXIMO ANO

LOUVEIRA QUER MANTER CAPACIDADE DE INVESTIMENTOS

PREFEITA DE JARINU DIZ QUE CIDADE FICOU PARADA QUATRO ANOS

EM VÁRZEA, PRIORIDADES SERÃO A SAÚDE PÚBLICA E A MOBILIDADE URBANA

O vereador disse que antes de pedir a ‘cassação’ do título de Genoíno fez uma consulta nos arquivos da Câmara para saber se outros acusados em operações da Justiça receberam títulos locais. Apenas Genoíno foi agraciado. Paulo Sérgio Martins afirma não temer as reações dos simpatizantes do Partido dos Trabalhadores.

Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!