ENFADADO…

ENFADADO…

Recentemente li uma pesquisa que informava o seguinte: em uma população com 400 milhões de pessoas, 1/3 delas estão insatisfeitas com as suas vidas. Fiquei muito assustada. São aproximadamente 133 milhões de pessoas infelizes e insatisfeitas, e essas pessoas estão espalhadas em todos os cantos, em todas as profissões, em todos os locais. E eu posso ser uma delas, você também pode estar enfadado…

E o pior que algumas insatisfações são coisas do tipo como: brigar por comida com os familiares, brigar pela herança de pessoas que nem partiram ainda, ódio do corte de cabelo do chefe, não suporto a voz do meu vizinho… Só que essas pequenas insatisfações que achamos ser o que nos aflige de fato mascara os verdadeiros problemas que temos de enfrentar.

Porque estou infeliz?  Pare um minuto da sua vida enfadosa e pense: O que EU QUERO.  Não pense em mais ninguém, por alguns minutos só em VOCÊ.

É simples. Não é fácil, é simples.

Pensou? Não. Pense mais então, você tem que resolver essa questão, ninguém fará por você.

Porque não tem o que quer? Porque tudo está tão ruim? Porque nos acostumamos a dizer que está tudo certo e tudo bem?

Está 20 quilos acima do peso, com dor no joelhos, insatisfeita. mas… ok! Está tudo bem, porque fazer dieta é terrível, não suporto frango grelhado com legumes refogado.

Meu trabalho é pesado e faço um esforço físico tremendo, trabalho sem folga, mas… ok! Está tudo bem, porque estudar é muito chato eu odeio.

OUTROS ARTIGOS DE CIBELE VAZ DE LIMA

PONTO FINAL

GRÃOS DE AMOR

SEJA GOSTOSO

O QUE SE PLANTA…

O PÃO NOSSO DE CADA DIA. COM OU SEM GLÚTEN?

EM CADA CANTO, EM TODOS OS CANTOS, O JOSÉ QUE NINGUÉM ENXERGA

COM O AÇÚCAR VEM A PERGUNTA: CADÊ MEUS DENTES?

SONHOS RECHEADOS

UM DELICIOSO MOLHO DE TOMATES COM PELOS DE RATO

HISTÓRIAS DE MÃE E DE AMOR, ESSA PALAVRA DE LUXO  

ESTE ALIMENTO É SEGURO. SERÁ?  

POR UM MOTIVO OU POR OUTRO, NÃO DEIXE DE COMER MAÇà 

Eu gosto de dizer e pensar sempre que está tudo bem, porque estando assim eu não preciso reagir e fazer nada para melhorar. As pessoas dizem quea vida é assim mesmo, cansativa, sem graça e cheia de sofrimento.

Sério? Quem te disse isso?

Jesus Cristo deixou escrito: “Vinde a mim vós todos, porque o meu fardo é leve e meu julgo é suave”. Como se dissesse: “Meus filhos, sejam felizes, leves e com o coração em paz e alegre.”

Se algo te aflige, se algo não te trás a inspiração que a vida necessita. Por favor, reaja! Faça algo! Uma caminhada de 500 mil quilômetros começou com o primeiro passo.

Não espere que alguém virá à sua porta e dirá:

– Darling, o que você precisa para ser feliz?  Ou então se isso acontecer, pelo menos tenha a resposta na ponta língua, procure pelo menos entender o seu coração.

Quando éramos criança nada disso nos acontecia porque tínhamos alguém sempre nos dando ordens e mostrando o caminho:

– Filho, escove os dentes.

– Filho, não se atrase para a escola.

– Filho, coma tomates e cenouras.

– Filho, porque não tirou 10!

– Filho, hora do banho.

Tudo dava certo. E éramos felizes porque por mais que não sabíamos o que fazer, fazíamos empurrados.

Então, ser adulto é isso. Ninguém nos dá ordens. Ninguém nos empurra.

Quando o dia clarear, levante da cama e concentre-se no que precisa fazer. E faça. A vida não para porque você está triste.

Mas, pense o que gostaria de fazer. E comece fazer, agora. Qual o seu projeto? Não tem um? (foto acima: www.hivequal.org)


CIBELE VAZ DE LIMA
É nutricionista, especialista em qualidade e segurança dos alimentos. Atua na indústria alimentícia e como palestrante. Observadora e pesquisadora de comportamento humano na área da alimentação.

Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Comente!